Ciro Gomes comemora 60 anos com cantoria e faixa de “fora, Temer”

PUBLICIDADE Apoios 1

Ao lado de familiares, amigos e aliados políticos, Ciro Gomes (PDT) comemorou seu aniversário de 60 anos em um buffet de Fortaleza no último sábado, 4, com direito a bolo com hashtag “#cirãodamassa” e faixa com os dizeres “primeiramente fora Temer”.

Madrugada adentro, festa também teve show particular do pré-candidato à presidência da República, que cantou ao microfone “A dama de vermelho”, de Waldick Soriano, entre outros clássicos nacionais.

A comemoração foi organizada por Luíza Serpa, assessora de Ciro, e a intenção era que fosse surpresa. Às 21 horas, no entanto, horário marcado para o início da festa, o ex-ministro já circulava no salão ainda vazio olhando, animado, fotos suas desde a infância que decoravam o local.

Faixa de repúdio ao presidente Michel Temer (PMDB) foi erguida pelo ex-governador Cid Gomes (PDT) durante homenagem a Ciro, quando os convidados desfilaram com expressões comumente faladas pelo aniversariante. “Dá bilhão?” e “Acredito comovidamente no Brasil” estavam entre as frases.

Convidados

O primeiro dos irmãos a chegar foi o prefeito de Sobral Ivo Gomes (PDT). Por mais de uma hora, ficou sentado à mesa com a conselheira do Tribunal de Contas do Ceará (TCE) Patrícia Saboya, ex-mulher de Ciro, em área reservada aos fumantes. Os dois conversavam amenidades sobre a bebida e a música da festa.

A menos de um ano das eleições, grupos formados durante evento podem dizer muito da articulação para 2018. Ciro preferiu ficar à mesa com a família, enquanto o irmão Cid Gomes (PDT), após chegar por volta das 23 horas, cumprimentou os presentes e se dirigiu à área externa, sozinho.

O governador Camilo Santana (PT) chegou um pouco depois, tirou foto ao lado dos irmãos e foi alugado pelo presidente do PDT no Ceará, o deputado federal André Figueiredo, por pelo menos 30 minutos.

Antes da chegada do governador, o presidente da Assembleia Legislativa do Ceará Zezinho Albuquerque passou parte do evento confabulando, aos cochichos, com o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza Salmito Filho (ambos do PDT). Depois, Zezinho, que é cotado para disputar cargo de vice-governador na chapa PT-PDT, dirigiu-se a Camilo e André.

Os poucos convidados e o espaço pequeno deram ao evento tom de festa reservada, o que ficou provado quando mesmo fotógrafos de colunas sociais foram impedidos de registrá-la. A imprensa não foi convidada, e a repórter que narra foi convocada pela organizadora do evento a se retirar duas horas e meia após sua chegada. “Sua entrada não foi autorizada”, disse Luíza.

PUBLICIDADE Apoio 2

Comentários

Comentários

Marcio Sousa

Radialista profissional há mais de 15 anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *