Ceará perde para o Boavista e é eliminado da Copa do Brasil

PUBLICIDADE Apoios 1

Reza a lenda que a ‘Lei do Ex’ não perdoa no futebol. Marcelo Nicácio, que já passou pelo Ceará em 2010, fez valer a mística e marcou o gol que selou a vitória do Boavista por 1×0 no duelo contra o Vovô, na tarde desta quarta-feira (15), no estádio Elcyr Resende, em Saquarema-RJ, em jogo válido pela 1ª fase da Copa do Brasil. Com o resultado, o Alvinegro está eliminado da competição, enquanto o time do Rio de Janeiro segue na disputa.

Ao fim da partida, a palavra “frustração” parecia definir o sentimento dos jogadores do Ceará. Todos, chateados com as circunstâncias do jogo, após ver a classificação escapar nos acréscimos da partida. Após um primeiro tempo equilibrado, com chances para os dois lados, o Alvinegro acabou pressionado nos 25 minutos finais de jogo e ia garantindo o empate – resultado que lhe daria a vaga na 2ª fase da Copa do Brasil – graças ás boas defesas do goleiro Éverson.

Mas quis o destino que no último lance do jogo, aos 47 minutos do 2° tempo, a pressão do Boavista surtisse efeito com a marcação de um pênalti, depois que o árbitro indicou mão na bola do zagueiro Sandro dentro da área. Na hora, a revolta entre os jogadores do Vovô foi geral, contestando a decisão do árbitro. A alegação foi de que a bola teria pego na barriga do atleta, o que não configuraria infração.

Marcelo Nicácio, que não tinha nada a ver com a confusão, pegou a bola e partiu para a cobrança. Goleiro para um lado, bola para outro. Nicácio partiu para celebrar o gol de pênalti com a torcida do Boavista, fazendo com uma das mãos a letra L, o mesmo que por vezes utilizou para comemorar seus gols quando vestia a camisa do Fortaleza, onde passou em 2009.

PRÓXIMO JOGO
O Ceará agora volta suas atenções para o Campeonato Cearense. No domingo, as 17h, o Alvinegro enfrenta o Guarani de Juazeiro, fora de casa, no estádio Romeirão.

PUBLICIDADE Apoio 2

Comentários

Comentários

Marcio Sousa

Radialista profissional há mais de 15 anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *