Ceará: 22 jogadores terão contratos encerrados; veja quem interessa, quem não fica

PUBLICIDADE Apoios 1

A diretoria do Ceará já trabalha na montagem do elenco para a próxima temporada. 22 atletas têm seus compromissos vencendo em novembro e dezembro de 2017. Abaixo, através de apuração, já que nenhum contrato foi renovado ainda, a situação atual de cada um deles e a lista de quem tem contrato mais longo:

Goleiros:
Fernando Henrique – diretoria e jogador desejam esticar o contrato para que ele siga como reserva imediato de Everson;
Diego – sem espaço, jogador avisou ter algumas propostas e há possibilidade de sair;

Zagueiros:
Luiz Otávio – diretoria quer sua permanência, jogador também tem interesse em ficar;
Rafael Pereira – diretoria e jogador querem ampliar o compromisso;
Tiago Alves – não foi titular, mas se tornou líder do elenco e, quando entrou, foi bem; diretoria e jogador desejam aumentar vínculo;
Túlio – não fica; volta para o Ferroviário;

Laterais
Pio – diretoria tem dúvidas técnicas sobre ele; opinião de Marcelo Chamusca vai pesar muito; ele quer ficar;
Rafael Carioca – jogador quer ficar, mas depende do valor pedido; diretoria tem dúvidas técnicas e também querem ouvir a opinião de Marcelo Chamusca;
Romário – não fica; já acertado com o Santos;

Meio-campistas
João Marcos – deseja ficar pelo menos até o fim do estadual; diretoria está dividida até porque há uma história longa com o clube, mas para a Série A é muito difícil que tenha condições de atuar;
Lima – diretoria quer sua permanência, mas depende do Grêmio e da vontade do jogador, que tem ficado em cima do muro e deixa tudo na mão do empresário;
Pedro Ken – diretoria e jogador querem aumentar o vínculo;
Ricardinho – quer ficar, desejo também da diretoria;
Felipe Menezes – não fica por motivos técnicos óbvios;
Wallace – já foi embora para o Náutico;

Atacantes:
Leandro Carvalho – deseja ficar, Chamusca também o quer, diretoria também, mas depende do Paysandu, dono de seus direitos federativos até o fim do Campeonato Paraense 2018;
Magno Alves – dirigentes têm opiniões divergentes; jogador pode ajudar no estadual, não na Série A, entendem os que querem que ele fique; o atleta deseja renovar;
Cafu – não fica;
Maikon Leite – diretoria dividida; jogador deixa tudo na mão do empresário;
Élton – diretoria e jogador querem aumentar contrato, mas depende do Red Bull, dono de seus direitos federativos até o fim do Campeonato Paulista 2018;
Lelê – não fica;
Rafael Costa – diretoria dividida; jogador quer permanecer.

ENCERRAMENTO EM 2018

Volantes: Raul (maio), Jackson Caucaia (dezembro) e Emerson Piauí (dezembro) Atacantes: Roberto (dezembro), Clemer (maio) e Alex Amado (maio)

ENCERRAMENTO EM 2019

Goleiro: Éverson (dezembro) Zagueiros: Valdo (dezembro) Lateral: Tiago Cametá (maio) Volantes: Richardson (dezembro) Atacantes: Arthur (julho), Rafinha (dezembro) e Robinho (novembro)

PUBLICIDADE Apoio 2

Comentários

Comentários

Marcio Sousa

Radialista profissional há mais de 15 anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *