Carlos Arthur Nuzman, presidente do COB, é preso no Rio de Janeiro

PUBLICIDADE Apoios 1

O presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB), Carlos Arthur Nuzman, foi preso nesta quinta-feira, 5, pela Polícia Federal, na Operação Unfair Play – Segundo Tempo. Em nota, a PF informou que 20 policiais federais cumprem dois mandados de prisão temporária e seis mandados de busca e apreensão, expedidos pela 7ª Vara Federal Criminal/RJ, na cidade do Rio de Janeiro (Ipanema, Leblon, Laranjeiras, Centro).

O diretor de operações da Rio 2016, Leonardo Gryner, também é alvo de mandado de prisão. A ação desta quinta é um desdobramento da Operação Unfair Play, deflagrada em setembro, contra um esquema de corrupção internacional para a compra de votos para a escolha do Rio pelo Comitê Olímpico Internacional como sede da Olimpíada 2016.

Segundo a PF, os presos serão indiciados por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

PUBLICIDADE Apoio 2

Comentários

Comentários

Marcio Sousa

Radialista profissional há mais de 15 anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *